Podcast Mamilos: debate plural na esfera digital

November 15, 2019 0 By Renata Barranco

Por Caio Barboza, Daniela Santos, Marina Furtado, Renata Barranco e Stephanie Manchado.

Empatia. Dentre todas as características que cercam o Mamilos, podcast da Agência B9 criado por Juliana Wallauer e Cris Bartis, a empatia é, sem dúvida, a que estrutura esse programa semanal em meio a tantas opções no atual cenário da podosfera brasileira. Assim, com bom humor, respeito e embasamento, e em um exercício frequente de representatividade e tolerância, a dupla de publicitárias já atinge, hoje, depois de sete anos de atividade, uma plateia virtual de cerca de 170.000 pessoas.

Como o próprio slogan do programa, Mamilos, que começou como uma startup de jornalismo, engloba um “Jornalismo de peito aberto”. Sempre pronto para escutar, interagir com seus ouvintes e abordar assuntos polêmicos de forma inclusiva e com base em diferentes visões e argumentos, o podcast, como descrito sem seu próprio site, está “mais interessado em construir pontes do que em provar pontos”.

Além do frutífero relacionamento com seu público durante os episódios e nas redes sociais, Mamilos também se sustenta com base em uma comunidade colaborativa. Fora a bancada rotativa de colaboradores, o programa é formado por uma equipe multimídia, pesquisadores de apoio (para a definição das pautas) e por pessoas trabalhando na transcrição, que tornam o conteúdo acessível para deficientes auditivos.

E os assuntos debatidos, tenham certeza, são os mais variados possíveis: comunicação não-violenta, sexo, democracia, maternidade, dentre outros temas, são apenas alguns exemplos do grande painel empático divulgado por esse programa de bate-papo.

Para amparar essa inovação jornalística crescente, o programa também conta com financiamento via Catarse. Funciona assim: os apoiadores que pagam a partir de nove reais mensais recebem conteúdos exclusivos na MamilosNews, newsletter semanal e uma verdadeira curadoria de notícias que amplia o debate para além do espaço da web rádio. Atualmente, cerca de 2.000 apoiadores já fazem parte dessa rede hiperconectada de conteúdo.

Fonte: canal do Mamilos Podcast no YouTube.

E já que, no começo desse texto, falamos sobre empatia, lançamos mais uma palavra-atitude que combina muito bem com o trabalho exercido por esse podcast: vínculos. Construindo vínculos de responsabilidade com seus ouvintes e apoiadores, Mamilos, hoje em dia, surfa nessa onda de podcasts nacionais com vigor, reflexão e muitas ideias em pauta.